Garotas Nerds

Fórum para leitoras do blog Garotas Nerds


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ato 2, Parte 2: O Etéreo

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 7]

51 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 19:33

Olhei pra luz e fiquei cega com esse 2 aí XD

Ver perfil do usuário

52 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 19:43

De qualquer forma, estamos avisados para não fazer outra vez. Sorry, btw x)


Ariel ouviu o tom exaltado que Thomas utilizara para falar, de certa forma, não estava errado. Mas questiona-se como iriam conseguir descobrir o quem estava por trás disso ou o motivo. Ariella estava em silêncio, observando a conversa entre Cross e Bullet, tentando deduzir algo pelos gestos dos cavalheiros até que sua atenção é retirada quando percebeu uma mecha do cabelo passar levemente pelo seu rosto, seu cabelo era muito fino então movia com facilidade com qualquer alteração no ambiente. Ela repara no próprio cabelo para ter certeza.
Não sabia como iria sair dalí, mas começou a pensar o que faria se alguém se machucesse mais gravemente. Era apenas uma enfermeira , não podia deixar que outras pessoas soubessem e vissem o que ela sabia fazer. Isso a deixou nervosa por dentro entretanto, era cautelosa, raramente deixava que outros descobrissem o que sentia ao observar suas expressões. Ariella leva a mão a cintura ,passando a mão em volta procurando sentir a bolsa,como se isso a deixasse mais tranquila por alguns momentos.

Ver perfil do usuário

53 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 20:08

OK, a culpa é minha mesmo. Forçei a barra pra cima dos outros PJs. Eu sempre exagero quando me empolgo. Perdão mesmo. XDDD
Só uma observação/explicação pra Mestra... Richard já ouviu falar sobre o etéreo e acredita ter estado aqui durante uma visão. Foi o que ele disse. Não quer dizer que seja verdade. É o que ele acredita ter acontecido.
E ele mesmo disse que nunca experimentou nada tão intenso antes.
Quanto ao cantil... acho que é fácil concertar esse deslize.
Aquele tipo de situação acendia em Richard uma ansiedade que pensara ter deixado a muito tempo para trás, nos tempos da guerra. Quando a brisa começou a soprar em sua direção ele instintivamente procuro pelo seu cantil. Depois por sua arma. Mas de repente foi como se não pudesse mais encontrá-los. Como se os tivesse perdido momentaneamente. Não voltou a procurá-los naqueles instantes. Será que aquele lugar estava pregando peças com sua mente? Podia ser uma indicação que aquele lugar fosse de fato mais sonho, do que físico. E se aquilo fosse verdade seria de fato um grande problema.

- Está sentido essa corrente de ar Mr. Bullet? O que me diz? O sinal de uma possivel saída, ou uma armadilha?

Deixo para o senhor decidir.

O Capitão Cross se aproximou de Thomas e novamente pediu calma. Falou com serenidade.

- Você tem um argumento bastante forte aí. Não me atrevo a discordar senhor. Precisamos entender as motivações de quem ou o que nos trouxe aqui. Contudo ainda sugiro que encontremos um lugar mais seguro pra fazê-lo. Não exploramos esse lugar. Como pode mesmo ter certeza de que não há mais nada além daqui?



Última edição por Di Benedetto em Qui Abr 28 2011, 20:46, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

54 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 20:31

Jane estava o tempo todo próxima de Miss Morrison, e não pretendia afastar-se dela. Percebeu que com cuidado ela lhe perguntara:

- Você acha que o que aconteceu mais cedo conosco - sabe, aquela estranha aparição na Mansão Dashwood - pode ter alguma relação com isso? Acha que devíamos comentar algo a respeito?

E tentou lhe falar no mesmo tom, para não despertar atenções:
- Sabe, no casamento eu vi esse Capitão, lembro-me dele porque ele socorreu meu irmão, não sei se a senhorita se lembra, mas além dos noivos, outro homem foi baleado, meu irmão, Ethan. Pois bem, enquanto o socorria mencionou a possibilidade de possessão. Confesso que pela insanidade do ocorrido eu não descartaria essa hipótese, afinal, coisas estranhas tem acontecido por aqui. E nós vimos o que aconteceu na Mansão Dashwood... depois disso não duvido de nada mais.
- Mas a senhorita também estava no casamento? Hmm - pensa um pouco- não duvido que todos que estão aqui estiveram no mesmo evento, deve ter uma ligação, seria coincidência demais!

Ver perfil do usuário

55 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 20:37

Logo depois de falar com o Capitão, Morgan colocou a mão nos bolsos e se deu conta de que não levava nada consigo, nem mesmo seu punhal.

-Mas que diabos, acho que terei que improvisar.- Pensou ele, olhando em volta.

Foi então que ele sentiu uma leve brisa vinda de algum lugar. Mas Morgan se aproximou um pouco e ficou prestando atenção na conversa entre o Capitão Cross e Thomas.

Ver perfil do usuário

56 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 21:12

desculpe Luiza, tomaremos cuidado ^^
Ellie ouviu com atenção miss Potter. Os sussurros do lugar atrapalhavam um pouco ouvir.

- Eu fiquei sabendo sim do acidente com seu irmão, sinto muito pelo acontecido. Quer dizer... que todos aqui estavam no casamento? Realmente, não parece ser coincidência. - a brisa começa a soprar, Ellie lembra do vento gelado que sentiu mais cedo antes do incidente com a mãe de Miranda - Possessão, tem certeza que foi isso o que ele disse? Não foi isso o que a gente viu acontecer com a sra. Dashwood?

Ver perfil do usuário

57 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 21:31

Eita nós, o fórum manda e-mail de aviso só as vezes. Não recebi da continuação do tópico antes desse. Bem, let's guro no huro! Vou tentar me encaixar aqui.
* Arthur, ao realizar que "um sonho muito vivido" como o que teve com seu pai carbonizado está ocorrendo novamente, tenta ficar calmo e entender quem são aquelas pessoas ao seu lado. Ao olhar e reconhecer aquele que estava há pouco com ele, Abigail e as crianças, vai em sua direção*
- Javert - Arthur fala compreensivo ao estranho do qual conhece somente o nome - Sabes aonde estamos?

Ver perfil do usuário

58 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Qui Abr 28 2011, 21:37

*falando com Cross*
- Eu n tenho certeza de nada, só não tenho a minima ideia onde estou e vocês estão discutindo sobre lutar.

Ver perfil do usuário

59 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 00:04

Continua a conversa com Miss Morrison

- Sim, foi terrível, mas agora ele está bem e se recupera rapidamente. Mas veja bem, não tenho certeza se todos estiveram no casamento, foi um palpite, pois embora não conheça a maioria das pessoas que estão conosco, elas não me são totalmente estranhas... Se a senhorita esteve lá, eu e também o Capitão, não duvido que os outros igualmente compareceram aquele fatídico dia. Se me permite, a senhorita conhece mais alguém aqui? Já conhecia Mr Bullet há muito tempo?

Ver perfil do usuário

60 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 01:32

Para Thomas
- Compreendeu errado nossas palavras então cavalheiro. Ninguém falou em lutar por aqui. Apenas em se armar e defender contra possíveis adversidades. É possivel que nós não tenhamos sido os únicos trazidos para cá afinal. De qualquer forma acho que mesmo eu fui precipitado demais quanto a isso.
Cross passa as mão pelos seus bolsos, e faz um sinal batendo com as mãos nas laterais de suas pernas. Ele procura por sinais das armas e utensilios que trazia consigo.
Para os Outros
- Cavalheiros... alguém aqui se encontra com os seus pertences?

Ver perfil do usuário

61 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 12:02

Javert sorri para Arthur e da de ombros.
-Não faço a menor idéia. Mas me convenci de que isso não é um sonho. O que nos coloca numa situação muito interessante.

Se por um lado Javert não gostava daquele lugar, por outro, gostaria muito menos de um sonho onde nada pode fazer além de aceitar os acontecimentos.

Pondo-se de pé e não querendo chamar atenção daqueles que parecem entretidos demais falando sobre si próprios Javert passeia pelo local, procurando pela origem do vento que lhe arrepia os cabelos da nuca.

(Isso se ele tiver notado o vento, senão ele fica por ali mesmo, andando atoa).

Ver perfil do usuário

62 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 12:17

* Não querendo ficar sozinho, Arthur seguirá Javert nesta 'exploração', tentando analisar o local o máximo possível *

Ver perfil do usuário

63 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 21:01

*analisando o local e tentando encontrar alguma saída ou qualquer outra pista*

Ver perfil do usuário

64 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sex Abr 29 2011, 22:13

-Não, eu o conheci no dia do casamento, ele e a srta. Harris - aponta discretamente - Sinceramente, não sei dizer se reconheço os outros ou não. - ouve o capitão perguntar sobre seus pertences. Ellie retirara o alfinete de chapéu ainda na casa de Miranda, então achava que ele não estava ali. Quanto ao seu lenço e seu velho baralho italiano, tateou seu bolso a procura deles. Enquanto fazia isso, continuou falando com a srta. Potter.

- Não é preciso comentar o quanto tudo isso é estranho... O que você acha que deveríamos fazer?

Ver perfil do usuário

65 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 03:31

*para Cross*

- Relaxa, provavelmente você deve ser do tipo militar não?
-sempre pronto pra um combate, conheci algumas pessoas no seu estilo.
- alias, não acho nada também.
*olhei intrigado*
-Engraçado, meus itens sumiram, mas pq não minha roupa?

Ver perfil do usuário

66 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 13:07

@Lestat: Porque não é um RPG pornô XD

A brisa que sentiram começou a ficar mais forte, e parecia trazer uma voz com o vento.

"Venham", a voz sussurrava, doce e melodiosa.

Os que seguiram o vento viram como se uma porta tivesse aberto de repente, bem ao longe, deixando um facho de luz entrar. Através da porta, uma surpresa.

Era Londres, e atrás deles estava o palácio. Tudo estava silencioso, e uma névoa fina permeava tudo, escondendo o céu. Não havia ninguém pelas ruas, e cinzas caíam como se fossem chuva, cobrindo as construções em ruínas. Os outrora belos jardins do palácio de Buckingham, onde estavam agora, estavam completamente queimados e cobertos de cinzas.

@radulf: Essa cena é muito parecida com a visão do seu personagem, se quiser comentar com os outros.

Dei uma acelerada já que não apareci ontem XD Para visualizar melhor a cena, imaginem a antiga Londres com Silent Hill feelings.

Ver perfil do usuário

67 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 13:18

Tava frio? XD

Grace aperta os braços, sentindo frio
- Onde estamos agora...? Isso é... O palácio de Buckingham?

Ver perfil do usuário

68 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 13:24

OFF: acho que descobrimos o motivo do nome "Névoa Londrina" agora, hahaha.

O repórter ficara sozinho por uns instantes, apenas com seus pensamentos. A medida que a brisa ia se tornando mais convidativa, mais Bullet se questionava se não era melhor permanecer longe e seguro. Entretanto, a visão de Londres o acalmou um pouco, mesmo parecendo um pouco soturna demais.

Ver perfil do usuário http://nerdrevollution.wordpress.com/

69 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 13:48

- Não, isso não é possível...
* Arthur olha em volta e ao reconhecer o local, acha compreender que nada daquilo que viu era um sonho *
- Eu já estive aqui.. ou pelo menos em um lugar parecido com este... eu tenho que achar meu pai.
* Olhando em volta, Arthur tenta se localizar e achar a melhor direção para ir para a casa da família*

Ver perfil do usuário

70 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 15:20

É um mapa moderno, mas só pra ter uma idéia:



Vocês estão bem longe de suas casas, no centro de Londres.

Ver perfil do usuário

71 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 16:33

Pena, ia ter sido muito legal todo mundo nu! Oh, well... =)
Cross fez o possível para conter sua exaltação com a visão. Embora não tenha tido muito êxito.
- Fantástico cavalheiros! Fantástico!
Para Grace
- A própria maldita casa da rainha, pode ter certeza senhorita. E ao mesmo tempo pressinto que há algo muito errado aqui.
Ele então corre na direção de Arthur e tenta ficar a sua frente, detendo seu caminho.
- Ceús, homem! Tenho certeza que todos aqui estão preocupados com suas famílias. Eu mesmo estaria se ainda tivesse uma. Mas não pode estar pensando seriamente em ir sozinho? Poderia estar colocando sua vida em risco a troca de nada.
Ele tenta então segurá-lo
- Você mencionou ter sonhado com isso antes não foi? Tem certeza? Sonhos, visões... são peças importantes quando se lida com... o que não é natural. Por favor, nos conte mais sobre isso. Toda pequena informação que ajude a desvendar essa situação pode ser crucial.



Última edição por Di Benedetto em Sab Abr 30 2011, 16:36, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

72 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 16:35

Aaah um mapa finalmente! Não consigo viver sem eles

Ver perfil do usuário

73 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 16:59

*Arthur vira para o homem que o interrompeu*
- Talvez esteja certo, e se este for o mesmo lugar que sonhei da última vez, meu pai já há muito se foi...
* Arthur dá um suspiro de frustação e olha o homem que o parou nos olhos... *
- Ocorreu algum tempo atrás. Eu não sei muito bem o que ocorreu, meu pai comentou que eu desmaiei, mas o que sei é que em um momento eu estava em Londres como a conhecemos... e em outro estava aqui. Um lugar desolado, queimado e estranho. Lembro-me de encontrar a oficina de minha família.. e um corpo cremado que acreditei na hora ser meu pai. Logo após isso, acordei na minha cama e imaginava que tudo tinha sido só um pesadelo muito vívido. Talvez este também o seja, afinal eu estava com Javert logo antes de acordar aqui, logo minha mente o projetou também para cá. Não sei o que pensar.
* Arthur vira-se e tenta olhar o terreno com mais atenção. Está tudo queimado? É como se um incêndio tivesse se alastrado por toda Londres?*

Ver perfil do usuário

74 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 18:49

Morgan acompanhou o grupo e quando percebeu onde estava, pensou: "Definitivamente não estamos no "mundo real", e tenho a sensação que somos marionetes andando de um lado para outro por vontade de sabe-se lá quem. Odeio esta sensação."

Ver perfil do usuário

75 Re: Ato 2, Parte 2: O Etéreo em Sab Abr 30 2011, 19:06

Estava tudo queimado.

Ellie já ouvira alguém comentar que, há muitos anos atrás, um terrível incêndio quase se espalhou por toda Londres, mas desde então as brigadas contra incêndio aperfeiçoaram suas técnicas e nenhuma grande catástrofe do gênero tornaria acontecer. Parece que erraram feio.

- Não há ninguém por aqui. Onde estão todos, estarão feridos??

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 7]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum